Sobre nós

Somos um casal apaixonado por viagens e as experiências que trazemos no coração e na mala.

São muitas lembranças e cacarecos.

Dê uma espiadinha

© 2019 by Cacarecos de Viagem

Próximo Cacareco
  • Cacarecos de Viagem
  • cacarecos de viagem

ES: Expectativa x Realidade



Esse ano no Carnaval, não tinhamos grana pra esbanjar, por isso procuramos a passagem mais barata para qualquer lugar do Brasil e que ainda desse para inteirar o valor com milhas. Eis que o Momondo nos trouxe Vitória, no Espírito Santo, amém!

Acionamos nossos contatos para pegarmos dicas e completamos com muitos e muitos blogs capixabas que falavam da beleza desse estado que os brasileiros ainda não descobriram.


Como ainda não sabíamos nada sobre a tal inexplorada terra, novamente criamos expectativas que foram perfeitamente quebradas ou confirmadas.


Alugamos um carro 0 e entregamos com 700km. Da pra ter uma ideia de quão grande é esse pequeno estado né?!


>> Vitória será uma capital tipo São Paulo

Realidade: Nadaverrrrr. Vitória tem uma orla linda e apesar de bem urbana tem um charme que não sei explicar. Só estando lá pra ver. É tipo a orla do Rio, porém muito mais preservada. Lá é cheio de morrinhos, mas o bom é que dá pra ver todos eles.


Orla da praia de Camburi

>> Não deve ter muita opção de pontos turísticos

Realidade: É mentira! Vitória + Vila Velha tem uma porção de lugares legais para conhecer. Se fizer só o básico já é coisa pra xuxu. E se não der preguiça da pra rodar pelas duas cidades um bocado! Tem turismo pra todos os gostos: religioso, histórico, de natureza, artesanato, tudoooo. Só não aproveita quem não quer.


>> A vista do convento de Santa Luzia deve ser linda

Realidade: Linda não! Esplêndida. Por estar bem no alto de Vila Velha é possível ver Vitória, a terceira ponte e tantas outras coisas. Fora que o caminho até lá é muito lindo. Subida e descida pesados, mas tem vanzinha, então dá pra encarar.



>> Água gelada nas praias do sul e água quente nas praias do norte

Realidade: Realidade totalmente invertida. Achamos isso porque o norte fica bem mais perto da Bahia e as dos sul perto do Rio de Janeiro. A verdade é que colocar o pézinho nas praias do Espírito Santo foi um desafio na maioria das praias. Sim, porque na maioria delas a água é fria. Mas aí chegamos no sul do estado e tudo mudou. A água era bem mais quentinha e dava pra relaxar em meios as várias piscinas naturais de água transparente que dava pra ver a infinidade de corais da costa capixaba.


>> Preços baixos em todo canto

Realidade: Coisa boa de estar num lugar menos turístico é o preço. Do cafézinho ao pedágio, tudo era muito barato.

Claro que um restaurante ou outro especializado em moqueca capixaba era mais caro. Mas não precisa ir a nenhum gourmet blablabla pra comer moqueca capixaba no Espírito Santo né?!


>> Um centrinho cheio de artesanato capixaba

Realidade: Ops. Não. Vitória é uma capital grande, por isso aqueles centrinhos que tem em Porto Seguro e em tantos outros cantos por aí, não existem lá.

Até encontramos um, perto da praia de Camburi, com alguns artesanatos e comida, mas longe de ser o point de encontro da galera. Até porque era Carnaval né minha gente! O povo tava atrás do trio elétrico e não comendo tapioca e comprando cacareco.


>> A moqueca capixaba será divina

Realidade: A verdade é que é quase impossível não comparar a moqueca capixaba com a baiana. As duas tem praticamente os mesmos ingredientes, mas são diferentes e não tem nada a ver com a pimenta ou o dendê. Mas ainda não descrobri o que era. Ela era boa também, mas o que me ganhou mesmo foi a moquequinha de banana da terra. Hummm. É uma guarnição da moqueca de peixe, mas poderia ter comido só ela.


>> Guarapari vai ser muito cheio e meio muvucado

Realidade: Verdade! Confesso que cheguei torcendo para estar errada, mas seria quase impossível uma vez que é lá que estão as praias mais acessadas pelos capixabas e ainda era Carnaval, com bloquinho e tudo. Não dava pra ser diferente né. O visu é bonito, e o litoral daquela região é repleta de pedronas, mas tinha muita sujeira por causa da muvucada, aí é mais difícil né gente!


>> As praias mais bonitas serão as de Guarapari

Realidade: Injusto demais com o Espírito Santo falar só de Guarapari. A verdade é que as praias mais lindas estão longe de lá e da capital. Tem que andar um bocado? Tem sim. Mas vale a pena demais. Ir pra o sul ou pra o norte, tanto faz, dá pra encontrar praia boa dos dois lados, fora que fomos acompanhados o tempo todo pela cena montanhesa (existe essa palavra?) que percorre as estradas do estado.



>> Espírito Santo é só praia

Realidade: Que nada. O Espírito Santo TAMBÉM é praia, mas quem curte montanha aproveita um bocado também.

A topografia do estado lembra muito a do Rio de Janeiro e Minas, com muitos pães de açúcar, mas tudo muito preservado. Aliás eu não sabia, mas descobri que o Pico da Bandeira, o maior pico do Brasil, fica lá.



Olha aí quanta coisa a gente descobriu numa vigenzinha de 4 dias. Voltamos de lá com vontade de quero mais. E quem disse que a gente não vai voltar? ;)


Acho que foi isso aí pissoal.

Where to next?

0 visualização